agosto 18, 2015

Início auspicioso a todos os níveis!


Início auspicioso a todos os níveis!
1.ª jornada da Liga NOS


A equipa de Futebol profissional iniciou a defesa do título nacional com um triunfo arrebatador. Mitroglou, Jonas (2) e Nélson Semedo consumaram a vitória expressiva sobre o Estoril.

Para o jogo inaugural da equipa treinada por Rui Vitória na Liga 2015/16, os Benfiquistas responderam à chamada e compareceram em força para apoiar o Bicampeão Nacional. Mais de 53 mil espectadores –11 mil a mais comparativamente com o encontro da 1.ª jornada de 2014/15 com o Paços de Ferreira – vieram apoiar a equipa numa caminhada que se quer vitoriosa.

O Benfica entrou em campo com algumas alterações em relação ao jogo da Supertaça. Na defesa, o capitão Luisão regressou e ocupou o lugar de Jardel (com problemas físicos), enquanto Eliseu foi chamado para a posição de Sílvio. No meio-campo, Pizzi foi o escolhido para o lugar de Samaris e, no ataque, o reforço Mitroglou substituiu Talisca, apoiando Jonas na linha mais avançada.

O Estoril entrou a fazer uma pressão alta, mas a equipa da Luz conseguiu sair bem dessa situação e assumiu depois progressivamente o controlo da partida. As oportunidades de golo começaram depois a aparecer com naturalidade, com a primeira a pertencer a Jonas. O brasileiro cabeceou com perigo aos 22’. No mesmo minuto, Mitroglou não acertou bem na bola num lance que podia ter sido mais problemático para Kieszek. Três minutos mais tarde, o grego colocou a bola dentro da baliza, no entanto, o avançado Benfiquista estava em posição de fora de jogo. O mesmo Mitroglou quase marcou aos 31’, mas o remate foi desviado pela linha de fundo. O conjunto da casa apresentava um claro ascendente sobre os visitantes.

A grande oportunidade do Benfica surgiu a cinco minutos do final, através de um desvio de Luisão que esbarrou na trave. Do lado contrário, o lance claramente mais perigoso apareceu no período de compensação. Bonatini ganhou em velocidade e apareceu diante de Júlio César, que fez uma intervenção de grande qualidade.

O segundo tempo começou com uma jogada de muito perigo do Estoril, mas que Júlio César resolveu com mais uma excelente defesa (47’). A resposta da equipa da casa veio aos 56’, com Jonas a rematar com pouca força, ganhando ainda um canto.

Avançados abrem caminho

Com o marcador a não mexer, Rui Vitória fez entrar Talisca e Victor Andrade (estreia absoluta em jogos oficiais pela equipa principal) para os lugares de Pizzi e Ola John, respetivamente. Depois de ter ameaçado aos 67’, Mitroglou abriu as contas da noite através de um cabeceamento. A assistência pertenceu a Gaitán. Festas nas bancadas e a equipa a corresponder com mais golos, desta feita na conversão de uma grande penalidade. Jonas foi quem marcou (78’).

O brasileiro voltou a marcar aos 81 minutos. Após um cruzamento irrepreensível de Victor Andrade, Jonas cabeceou com êxito. A noite parecia estar encerrada, mas o jovem lateral-direito Nélson Semedo quis deixar a sua marca no encontro. Mais uma excelente jogada de envolvimento, com Gaitán a assistir o número 50 para o remate certeiro (89').

O treinador Rui Vitória tinha afirmado que o grupo queria um arranque auspicioso e foi isso mesmo que acabou por acontecer. O Benfica goleou, contou com mais adeptos no seu Estádio e assumiu o topo da classificação da Liga NOS. Na próxima jornada, as “águias” defrontam o Arouca, equipa que venceu o Moreirense na 1.ª jornada.

Rui Vitória fez alinhar o seguinte onze inicial: Júlio César; Nélson Semedo, Eliseu, Lisandro López e Luisão ; Fejsa, Pizzi (61’ Talisca), Ola John (61’ Victor Andrade) e Gaitán; Jonas e Mitroglou (84’ Gonçalo Guedes).

RMM
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Sem comentários: