maio 01, 2010

Aqui á Gato _ Miguel Góis

In Record

O Miguel Góis não é nada manso como a já famosa tia do Francisco Louçã do BE....

Manuel Fernandes, não o nego, é um grande sportinguista: e isso nota-se pela forma como defende o FC Porto.
Alguns minutos depois de Falcão aplicar de forma intencional um tabefe num jogador do V. Setúbal (a que, em condições normais, corresponderia a amostragem de um cartão vermelho e não de um amarelo), a ex-glória do Sporting declarou aos jornalistas que "o árbitro foi induzido em erro" ao castigar disciplinarmente o colombiano.
Esvaziou assim, de forma particularmente cruel, a conferência de imprensa de Jesualdo Ferreira.
Mas a coisa não ficou por aqui. Terça à noite, Rui Oliveira e Costa, no "Trio de Ataque", colocou Manuel Fernandes "no topo" pelas suas declarações sobre o amarelo a Falcão Já chegámos a isto: um sportinguista a elogiar publicamente outro sportinguista pela forma como distorceu a verdade para defender os interesses do FC Porto. 
De seguida, Oliveira e Costa prosseguiu com os comentários, desta vez colocando a CD da Liga "no fundo" por ter castigado o pobre do Pinto da Costa. Creio que, olhando para o panorama do futebol português, se impunham mudanças substanciais no formato do "Trio de Ataque". 
Por um lado, começa aser complicado justificar a presença de um adepto do clube que se encontra em quarto lugar no campeonato e a ausência de um representante do Braga. Até porque seria curioso assistir ao regresso do Marcelo Rebelo de Sousa à RTP. Por outro lado, com o agravamento da crise económica, não se justifica estar a pagar ao representante do FC Porto e do Sporting para defenderem os mesmos pontos de vista. 
O painel ideal do "Trio de Ataque" seria assim constituído por um comentador do Benfica, um comentador do Braga e um comentador do FC Porto/Sporting, a quem o apresentador perguntaria semanalmente "qual é a posição dos seus clubes sobre esta matéria?"

Sem comentários: