maio 10, 2010

Liga Sagres SLBenfica _ Rio Ave

In ABola


Benfica vence Rio Ave e sagra-se campeão nacional

O Benfica conquistou, este domingo, o 32.º título de campeão nacional do seu historial, após ter vencido o Rio Ave por 2-1, em partida da última jornada do Campeonato. O paraguaio Óscar Cardozo fez os dois golos dos «encarnados», sagrando-se o melhor marcador da competição, com total de 26 remates certeiros.

Muito sofrimento, mas no final autêntica explosão de alegria no Estádio da Luz, onde marcaram presença, segundo números oficiais, 64.103 espectadores (maior enchente da época).

À entrada para esta última jornada, aos «encarnados» bastava um único ponto, tendo na perseguição o Sp. Braga, que jogava à mesma altura na Madeira diante do Nacional. Logo aos três minutos, Cardozo inaugurou o marcador. Pouco depois, o Rio Ave ficou reduzido a 10, por expulsão de Wires, que deixou os «pitons» na coxa de Ramires.

Tudo parecia bem encaminhado, mas o Rio Ave, mesmo em desvantagem, começou a dar ar da sua graça quando faltava cerca de 10 minutos para o intervalo. Tarantini, primeiro, e Bruno Gama, depois, provocaram autênticos calafrios nas bancadas da Luz.

Os dois sustos tiveram «sequência material» na segunda parte, com Ricardo Chaves a igualar o marcador, depois de ter ludibriado a defensiva contrária e corresponder de cabeça a uma bola colocada na área através de livre.

Faltava mais de um quarto de hora para o final. O Benfica foi tentando porfiar e acabou por chegar a novo golo, outra vez por Cardozo. A vitória estava garantida e o 32.º título do historial dos «encarnados» também.

Ficha do jogo:

Estádio do Sport Lisboa e Benfica, em Lisboa

Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

Benfica – Quim; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz e César Peixoto; Airton; Carlos Martins (Maxi Pereira, 65 m), Aimar e Ramires (Éder Luís, 46 m); Cardozo e Saviola (Nuno Gomes, 83 m).

Suplentes: Moreira, Maxi Pereira, Sidnei, Filipe Menezes, Éder Luís, Nuno Gomes e Kardec.

Rio Ave – Carlos; José Gomes, Gaspar, André Vilas Boas e Sílvio; Wires, Ricardo Chaves (Adriano, 79 m) e Tarantini; Bruno Gama, Bruno Moraes e Sidnei (Evandro, 63 m).

Suplentes: Trigueira, Magno, Tiago Terroso, Adriano, Chidi, Evandro e Wesllem.

Disciplina: cartão amarelo a Sílvio (24 m), Ricardo Chaves (73 m)); cartão vermelho directo a Wires (11 m)

Marcador: 1-0 por Cardozo (3 m); 1-1 por Ricardo Chaves (72 m); 2-1 por Cardozo (78 m

Sem comentários: