agosto 30, 2012

Clínica alemã desmente queixas do árbitro


Após choque com luisão

O relatório da clínica alemã onde Christian Fischer, árbitro do Fortuna-Benfica, recebeu tratamento revela que o juiz se dirigiu ao local na própria viatura, "consciente, sem tonturas ou vómitos, não lhe sendo diagnosticado falhas neurológicas ou lesões exteriores"

O documento é assinado por Carla Hulslep, médica-chefe do St. Elisabeth Hospital Iserlohn. O seu teor é revelado, esta quinta-feira, pelo "Correio da Manhã".

O relatório acrescenta que o árbitro "prescindiu do internamento estacionário e assinou, inclusive, o termo de responsabilidade".

O que escreveu o árbitro

“Luisão correu cerca de 20 metros com elevada velocidade na minha direção e, sem travar, atingiu--me na parte superior do corpo.O impacto atirou-me para trás, tendo eu batido com a cabeça no chão", escreveu o ábitro, de acordo com o que foi divulgado no no programa Tempo Extra, da SIC Notícias

O árbitro alemão referiu que o médico do Fortuna dr. Teuber lhe determinou “perda de consciência", mas que "pôde restabelecer rapidamente" a sua "circulação sanguínea”.

Contou ainda Fischer que sentiu, posteriormente, “uma indisposição geral e fortes dores de cabeça e tonturas”. Aliás, o árbitro alemão assinalou que lhe foi “diagnosticada uma comoção cerebral” no hospital onde acabou por ser assistido.


In Record

1 comentário:

Rederx disse...

Já se sabia loooool que arbitro mais estúpido!!