abril 13, 2015

Voleibol cai de cabeça erguida na Challenge Cup


SL Benfica – Vojvodina NS Seme, 3-2

Um Pavilhão n.º 2 da Luz a rebentar pelas costuras foi o que se viu este domingo, na 2.ª mão da Final da Challenge Cup. As equipas de Voleibol do Sport Lisboa e Benfica e do Vojvodina NS Seme mediram forças, com os sérvios a levarem a melhor e a conquistarem o troféu.

Do primeiro ao quinto “set”, os 1700 espectadores não pararam de cantar e apoiar a equipa mesmo depois de já nada poder conquistar. Dois parciais depois, ninguém arredou pé das bancadas, a Mística reergueu-se e a Europa do Voleibol percebeu o significado de “Ser Benfica!” num ambiente inexplicável e que apenas poderá ser sentido.

No 1.º “set”, o equilíbrio foi a nota dominante. O Vojvodina NS Seme esteve praticamente todo o tempo na frente do marcador, sem que o Benfica os deixasse descolar. Aquando do primeiro tempo técnico, 6-8 para a turma sérvia, situação que se manteve no segundo (15-16). Os comandados porJosé Jardim ainda recuperaram, levaram o jogo até às vantagens, mas acabaram derrotados por 24-26.

O parcial seguinte foi bem mais complicado para os lados da Luz. Vários erros ao nível do serviço e no ataque permitiram um grande fosso no marcador. As “águias” ainda esboçaram a recuperação, mas já não foram a tempo, perdendo por 21-25, depois de 4-8 e 13-16 nos dois tempos de descanso.

Já com a Challenge Cup no bolso, o Vojvodina NS Seme entrou mais descontraído no 3.º “set” e no primeiro tempo técnico, o Benfica vencia por 8-4, vantagem que se manteve do mesmo lado no segundo (16-13). Até final, a turma da casa manteve a toada forte, os índices de concentração e acabou por vencer por 25-16.

Tal como ocorrera no “set” anterior, também no 4.º parcial o Benfica mostrou o seu melhor voleibol e foi para o primeiro tempo de descanso na frente por 8-6. Mais solto no ataque e serviço, o jogo fluiu e no segundo tempo técnico, o Benfica já vencia por 16-13, vantagem que manteve até final do parcial (25-23).

Na “negra”, e por uma questão de orgulho, o Benfica entrou forte e fez questão de, pelo menos, vencer o desafio. O 5.º “set” fechou nos 15-10. Apesar da vitória por 3-2, o Vojvodina NS Seme conquistou a Challenge Cup.

No final da 2.ª mão da Final da Challenge Cup, Zelão foi considerado o MVP.

Não podemos, todavia, esquecer o comportamento deplorável de Mihalo Stankovic que esteve todo o desafio a provocar os jogadores e público Benfiquistas perante tamanha passividade da dupla de arbitragem.

Até à Final, o SL Benfica eliminou o CV Andorra, o Partizan, a Fonte do Bastardo, o Ethnikos e o CMC Ravenna. Agora segue-se o play-off da Final do Campeonato Nacional diante da Fonte do Bastardo com o “Tri” no horizonte.

Marco Rebelo
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Sem comentários: