janeiro 18, 2010

Liga Sagres SLBenfica _ Maritimo

In ABola 



Benfica com instinto matador goleia Marítimo suicida

O Benfica venceu esta noite o Marítimo (5-0) num jogo em que soube aproveitar a primeira boa oportunidade de que dispôs para marcar. Depois foi só aproveitar o suicídio do Marítimo, que viu dois jogadores serem expulsos em 15 minutos. As águias mantêm-se coladas ao Sp. Braga na liderança.
O Marítimo entrou melhor no jogo e logo no primeiro minuto dispôs de excelente oportunidade para marcar: Pitbull remata de fora da área, mas David Luiz desvia a bola e leva-a a embater no poste da baliza de Quim.

Nos primeiros 15 minutos a equipa madeirense pressionou bastante o adversário e conseguiu sempre impedir o Benfica de assentar o seu jogo.

Foi sem ter conseguido ainda assumir o comando da partida que o Benfica se colocou em vantagem: Pablo Aimar remata para defesa de Peçanha, Cardozo tenta a recarga, mas o guarda-redes defende de novo. O paraguaio volta a rematar, para nova defesa do brasileiro. À quarta, Cardozo opta por fazer a bola cruzar a área e ao segundo poste aparece Saviola a cabecear para o fundo da baliza.

Aos 28 minutos o Benfica coloca-se em vantagem e dois minutos depois beneficia da expulsão de Olberdam, por palavras dirigidas ao árbitro.

Não demorou muito para que o Benfica aproveitasse a superioridade numérica. Ainda antes de o treinador do Marítimo rearrumar a equipa, Maxi Pereira surge, aos 34 minutos, no centro da área a desviar sem marcação um cruzamento de Di Maria.

Já em período de compensação, o Marítimo acentuou a imagem de suicida deprimido: Robson corta com a mão um remate de Cardozo, cede grande penalidade e vê o vermelho. Cardozo é chamado a converter o castigo e faz o 3-0.

À entrada para a segunda parte, Van der Gaag volta a mexer na equipa para reforçar a defesa. Roberto Sousa, aos 50 minutos, no entanto, deu mais um tiro no pé da equipa madeirense. O médio dá o corpo para cortar um cruzamento de Cardozo e introduz a bola na baliza.

A ganhar por 4-0 e contra apenas nove elementos, Jorge Jesus tirou Aimar e Ramires, lançando Éder Luís e Carlos Martins no jogo. O sinal do treinador era claro: chegara o tempo de gerir esforço e rodar jogadores.

Mesmo sem carregar, o Benfica foi somando oportunidades para marcar. Aos 69 minutos uma acabaria em novo golo. Desta vez foi Luisão a subir mais alto que toda a gente na área do Marítimo e, na sequência de um livre, cabecear para o 5-0.

Com esta vitória o Benfica mantém-se colado ao Sp. Braga no primeiro lugar e aproveita o deslize do FC Porto para aumentar para seis pontos a vantagem sobre o FC Porto.

BENFICA - Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e César Peixoto; Javi Garcia; Ramires, Aimar e Di Maria; Cardozo e Saviola.

Suplentes: Júlio César, Miguel Vítor, Sidnei, Fábio Coentrão, Carlos Martins, Éder Luís e Nuno Gomes.

Golos: Saviola (28), Maxi Pereira (34), Óscar Cardozo (45+3 g.p.), Roberto Sousa (50, p.b.), Luisão (69)

Sem comentários: