maio 23, 2015

SL Benfica é Bicampeão Nacional!


SL Benfica é Bicampeão Nacional!
Vitória de Guimarães – SL Benfica, 0-0

O Sport Lisboa e Benfica viajou esta tarde de domingo até à Cidade Berço, onde defrontou a formação do Vitória de Guimarães numa partida relativa à 33.ª jornada da I Liga.

Com duas rondas por disputar até à final da competição, o Glorioso entrou em campo a precisar de três pontos – ou fazer o mesmo resultado que o 2.º classificado, FC Porto, no Restelo - para atingir o grande objetivo da temporada, a conquista do Bicampeonato Nacional, algo que fugia ao Clube desde a temporada de 1983/84.

O sonho estava bem vivo, a “maré vermelha” respondeu mais uma vez à chamada e inundou a cidade onde nasceu Portugal e que este domingo, fruto de uma grande exibição da equipa comandada por Jorge Jesus – com nota técnica e artística – viu renascer o Bicampeão!

E no Estádio D. Afonso Henriques foi um Benfica também ele com o cognome de conquistador aquele que entrou em campo… poderoso, fulgurante e ambicioso!

Aos três minutos duas claras oportunidades de golo! Lima cruzou, na pequena área, Jonas, de cabeça, atirou à barra; no lance seguinte, Lima surgiu isolado na cara de Douglas, depois de assistência sublime de calcanhar de Jonas, mas o chapéu saiu com aba larga… ligeiramente por cima da trave.

Aos 6’ gritou-se golo nas bancadas, depois de Salvio atirar para o fundo das redes vimaranenses, mas Artur Soares Dias anula – mal! – o lance.

O Benfica não tirava o pé do acelerador e ainda antes da meia hora mais dois lances de golo! Primeiro, aos 9’, Jonas; depois, aos 12’, é Maxi Pereira quem vê o poste beijar a bola e devolvê-la!

Só dava Benfica e somente aos 28’, grande intervenção de Júlio César perante a aproximação de Sammy, depois de cruzamento perigoso de Ricardo Valente.

A partir daqui o jogo abriu ainda mais, a intensidade subiu e assistiu-se a um grande espetáculo de Futebol onde só faltavam os golos…

Obrigada, querido Benfica!

Na segunda metade o ritmo decaiu, a intensidade idem, logo, foi o espetáculo quem sofreu com isso, com as oportunidades a escassearem e o jogo a tornar-se mais mastigado.

Aos 53’, nova oportunidade para os “encarnados”, com Gaitán a cruzar para cabeceamento perigoso de Maxi. Douglas, no lugar certo, respondeu bem.

O Benfica continuava a procurar o golo, mas faltava algum discernimento na hora H, e começava a sentir-se alguma ansiedade em resolver, com o coração a sobrepor-se à razão!

Até ao final da partida não houve golos, mas com o empate do FC Porto a uma bola no Restelo, frente ao Belenenses, o Sport Lisboa e Benfica sagrou-se Bicampeão Nacional.

O SL Benfica alinhou de início com Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Eliseu; Fejsa (André Almeida, 82’), Pizzi (Talisca, 67’), Salvio, Nico Gaitán; Lima e Jonas (Derley, 86’).

No próximo fim de semana disputa-se a 34.ª e última jornada da I Liga. O Sport Lisboa e Benfica fecha as contas do Campeonato Nacional no Estádio da Luz, frente à formação do Marítimo, no jogo de consagração do Bicampeão!

SA
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Sem comentários: