junho 07, 2015

Juvenis são Campeões Nacionais!



Juvenis são Campeões Nacionais!
SL Benfica – FC Porto, 2-1


Sábado foi dia de clássico no Caixa Futebol Campus, com SL Benfica e FC Porto a defrontarem-se na 5.ª jornada da Fase de Apuramento de Campeão do Nacional de Juvenis.

Clássico que é clássico por si só se reveste de emoções… e este tinha um ingrediente muito especial: o título podia ser decidido já hoje!

Bastava um empate para que a formação orientada por Renato Paiva fizesse a festa de campeã nacional; ao rival, só vencendo no Seixal poderia adiar as decisões para a última jornada...

O SL Benfica entrou melhor no encontro, decidido a resolver, mas o FC Porto equilibrou e ao intervalo faltavam os golos: empate a zero.

Aos 63’, golo dos “encarnados”. Cruzamento de Matheus Clemente, Diogo Queirós tenta o desvio mas acaba por introduzir a bola na própria baliza. Estava feito o 1-0… com o adversário a responder prontamente.

Cinco minutos volvidos, grande penalidade assinalada contra o SL Benfica e Rui Pedro, na conversão, rematou sem hipóteses para Fábio Duarte. Estava feito o empate e o desafio relançado!

Até ao apito final, jogo impróprio para cardíacos, com o esférico a rondar perigosamente ambas as balizas… José Gomes, já em tempo de compensação, num autêntico sprint, leva tudo e todos à frente, remata sentenciando o marcador e desfaz todas as dúvidas. Estava encontrado o novo Campeão Nacional!

Com este desfecho, as “águias” sagram-se Campeãs Nacionais, sucedendo ao Vitória de Guimarães. Um título justo e bem merecido por todo o trabalho e percurso realizados.

A uma jornada do fim, o SL Benfica soma 15 pontos, fruto de cinco vitórias nas cinco rondas realizadas, com onze golos marcados e somente dois sofridos.

O SL Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Fábio Duarte; Pedro Pereira, Nuno Gonçalves, João Silva, Ricardo Araújo, Jorge Pereira, Gedson Fernandes, Diogo Mendes, José Gomes, Bruno Lourenço e João Filipe.

Na próxima jornada, a 6.ª e última, o Campeão SL Benfica viaja até à Madeira onde vai defrontar a formação do Nacional.

A festa fez-se no Seixal!

No final do desafio, emoções ao rubro com a festa a inundar o campo n.º 1 do Caixa Futebol Campus, com todos os intervenientes a celebrarem e o troféu a ser entregue para gáudio de todos os Benfiquistas.... é que a "maré vermelha" também esteve no Seixal!

Os jogadores, eufóricos com mais uma conquista, revelaram que este é “um título justo, merecido, porque mostraram que são melhores”. O segredo da vitória esteve sempre “na união desta grande Família Benfiquista”, disseram, em declarações à BTV.

E foi um emocionado Renato Paiva que prestou as primeiras declarações pós-título.

“Esta é uma história muito bonita, de evolução. Não conseguimos o título o ano passado e este ano conseguimos… mas é preciso rebobinar o filme, e regressa à primeira jornada em casa, onde empatámos com o Real de Massamá, e muitas dúvidas surgiram. Mas nós acreditámos sempre! O que fizemos, principalmente nesta Fase Final, foi fantástico. Estou muito feliz pelo título, mas mais feliz ainda pela evolução, individual e coletiva dos jogadores e esse é o verdadeiro serviço que prestamos ao Benfica. Crescimento e evolução”, começou por dizer.

Mas este título tem um sabor e uma dedicatória muito especial… é que no Benfica há memória e gratidão, valores que aqui não se perdem!

“É um sentimento de dever cumprido, de uma felicidade enorme. Quero lembrar e dedicar este título a quem me lançou neste clube como treinador. Ele é um dos obreiros, por tudo aquilo que fez e pelo que nos ajudou. Por muitos títulos que conquiste, este é o título que mais me orgulha, ter sido lançado pelo mister Jaime Graça. E de certeza, onde estiver, estará orgulhoso”, concluiu em lágrimas o treinador Campeão de Juvenis 2014/15.

SA
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Sem comentários: