novembro 05, 2009

Liga Europa _ Fase grupos 4ª Jornada


In Abola

Benfica vence (2-0) Everton e isola-se na liderança do grupo

O Benfica venceu o Everton por 2-0, em jogo da 4.ª jornada da Liga Europa disputado em Goodison Park, Liverpool. Saviola e Cardozo apontaram os golos dos encarnados que se isolam na liderança do Grupo I.

Primeira parte bem disputada, a um ritmo elevado, com ambas as equipas viradas para o ataque mas a caber ao Everton a iniciativa do jogo, querendo limpar a imagem deixada após a goleada (5-0) sofrida na Luz, há duas semanas.
Com cinco minutos de jogo, os guarda-redes já haviam sido colocados à prova. Primeiro, Júlio César segurou remate traiçoeiro de Fellaini, na resposta, Howard aplicou-se para desviar disparo de Saviola.

Sempre balanceado no ataque, o Everton pressionou bastante o Benfica mas a melhor oportunidade de golo – cabeceamento de Cahill (32m) - «morreu» nas mãos de Júlio César.
A ocasião mais flagrante de golo pertenceu, no entanto, ao Benfica, com Cardozo (40m) a cabecear ao poste após cruzamento de Fábio Coentrão. Na recarga, Saviola obrigou Howard a grande intervenção.
Na segunda parte, já com Maxi Pereira em campo após a saída de Ramires (lesionado), o ritmo manteve-se elevado, passando para o Benfica a iniciativa do jogo.

Depois dos remates de Rúben Amorim (47 e 54m) e Fábio Coentrão (53m) ao lado, Di María (55m) fez o mais difícil quando apareceu isolado na área do Everton – após grande passe de Cardozo – e atirou por cima. Pouco depois, novo remate do argentino, desta feita para defesa difícil de Howard.
O golo surgiu com naturalidade, aos 63 minutos, novamente com Di Maria na jogada, o argentino deixou para o compatriota Saviola, que entrou na área, passou por um adversário e, depois de ganhar um ressalto, atirou rasteiro e colocado, junto ao poste esquerdo da baliza de Howard.

O Benfica foi à procura de um resultado mais confortável, o que acabou por acontecer aos 76 minutos. Saviola entrou na área pela direita e deixou de calcanhar para Rúben Amorim que rematou contra um defesa do Everton. A bola sobrou para Cardozo que, de primeira, atirou para o poste mais distante, longe do alcance de Howard, que nada pôde fazer para evitar o segundo golo do Benfica.
O Everton mostrou-se incapaz de responder aos golos do Benfica e quase não criou perigo durante a segunda metade da partida. Os encarnados deram um importante passo rumo aos 16 avos-de-final, respondendo da melhor forma à derrota (2-0) sofrida diante o Sp. Braga para o campeonato.

Ficha de jogo:

Estádio Goodison Park, em Liverpool

Árbitro Said Ennjimi (França)

BENFICA:
Júlio César; Rúben Amorim, Luisão, Sidnei e David Luiz; Javi Garcia, Di María, Fábio Coentrão (Aimar, 60m) e Ramires (Maxi Pereira, 45m); Saviola (Felipe Menezes, 86m) e Cardozo.
Suplentes:
Quim, Shaffer, Nuno Gomes e Weldon.

Treinador:
Jorge Jesus.

Golos: 0-1,
Saviola (63m); 0-2, Cardozo (76m).

Ao intervalo: 0-0.
Resultado final: 0-2.

Sem comentários: