agosto 29, 2010

Liga Zon Sagres SLBenfica _ Setubal


Roberto decisivo no triunfo do Benfica sobre V. Setúbal (3-0)

A vitória sorriu ao Benfica à terceira jornada da Liga. Os encarnados voltaram a triunfar para a Liga esta noite, frente ao V. Setúbal, depois de duas derrotas seguidas na prova. Roberto foi decisivo. O guardião espanhol saltou do banco para defender o penalty que daria o empate aos sadinos.

Recorde aqui as incidências da partida.

Óscar Cardozo abriu as hostilidades logo aos quatro minutos. No primeiro lance de perigo da partida, o paraguaio respondeu da melhor forma a um excelente cruzamento da esquerda de Gaitán.

À passagem do minuto 22, aconteceu o momento decisivo do encontro. Júlio César foi expulso, por falta sobre Zeca na área encarnada. O brasileiro deixou-se antecipar pelo adversário devido a passe arriscado de Maxi Pereira.

Roberto entrou em campo. Os adeptos deram-lhe confiança com um forte aplauso e o espanhol acabou por defender o penalty que devolveria a igualdade ao marcador. Foi um impulsionador para a turma da Luz que, mesmo com menos um elemento, procurou alargar a vantagem.

E a dilatação do resultado aconteceu mesmo e ainda antes do intervalo. Aos 44, Luisão, como um autêntico “capitão”, subiu à área adversária para fazer o 2-0, após um canto muito bem marcado por Pablo Aimar.

O mesmo Aimar viria a selar o resultado final aos 57 minutos. Novamente Gaitán – que também foi ovacionado pelos adeptos – desceu pelo corredor esquerdo e cruzou tenso, mas rasteiro. Diego Costa fez uma defesa incompleta para a frente, onde apareceu o 10 benfiquista a encostar para o fundo das malhas sadinas.

O V. Setúbal nunca conseguiu criar grande perigo ao longo do encontro, sendo que a grande penalidade falhada por Hugo Leal foi o ponto mais alto do ataque da formação do Sado.

Equipas:
BENFICA: Júlio César; Maxi, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Javi García, Eduardo Salvio, Gaitán e Aimar; Saviola e Cardozo.
Suplentes: Roberto, César Peixoto, Sidnei, Rúben Amorim, Salvio, Franco Jara e Weldon.

V. SETÚBAL: Diego Costa; Ney, Ricardo Silva, Anderson do Ó, Collin e Miguelito; José Pedro, Hugo Leal, Zeca e Silva; Sassá.
Suplentes: Getúlio Vargas, Michel, François, Regula, Jaílson, Pimenta e Henrique. 

Arbitro: Vasco Santos

In Abola

Sem comentários: