abril 03, 2014

AZ Alkmaar-SL Benfica, 0-1: Terra de Tulipas, domínio das Papoilas


Liga Europa

O Sport Lisboa e Benfica defrontou esta noite de quinta-feira a formação holandesa do AZ Alkmaar, em partida alusiva à 1.ª mão dos quartos-de-final da Liga Europa. Salvio fez o único golo da vitória “encarnada”. 45 anos depois o Benfica venceu na Holanda, numa noite em que, em terra de Tulipas, foram as “Papoilas Saltitantes” quem dominaram.

Frente a frente duas formações com ambição mas a fazerem caminhadas distintas. Se, por um lado, o Benfica está na linha da frente de todas as competições que disputa, por outro lado, o AZ dá o tudo por tudo nesta Liga Europa, depois da eliminação na Taça e de um humilde 7.º lugar actual no Campeonato Holandês.

Na antevisão à partida, e face à hiperbolização de Dick Advocaat, conferindo total favoritismo e supremacia aos “encarnados”, Jorge Jesus não foi em cantigas e manteve-se firme no discurso de ambição, mas com prudência… e fê-lo muito bem!

Se dúvidas existiam, os primeiros quinze minutos da partida explicaram o porquê, com a equipa holandesa a entrar com tudo, a explanar o seu futebol de forma muito perigosa, trocando as voltas à estratégia benfiquista.

Quinze minutos volvidos e o Benfica estabilizou, começando então a pegar no jogo… e foi precisamente nesta conjuntura que surgiram dois dos lances mais perigosos do AZ, com o regressado Artur a fazer duas grandes defesas e a manter a baliza inviolada.

Até ao final da primeira metade, jogo morno, domínio repartido, com um par de boas ocasiões para cada lado, mas todas elas inconsequentes.

Nota ainda dos primeiros 45’ para a lesão de Ruben Amorim, aos 38’, obrigando a substituição, com André Almeida a saltar do banco.

Vantagem curta… para ampliar na Luz

No reatar foi o Benfica quem entrou dominante e os frutos dessa postura não tardariam… 48 minutos, jogada de entendimento, Cardozo remata forte, Esteban defende de forma instintiva, com Salvio – na ressaca e com um pontapé de moinho – a fazer mexer pela primeira vez as redes adversárias.

O AZ reagiu, lutou, mas, face a um Benfica inteligente, mais pragmático e que sabe cada vez mais aquilo que quer e do que é capaz, pouco ou nada conseguiu fazer.

Até ao apito final, mais Benfica, com destaque para um remate poderosíssimo de Rodrigo (67’) que, por escassos centímetros, não fez mexer as redes holandesas pela segunda vez. Também Lima e André Gomes estiveram muito perto de dilatar a vantagem, mas Esteban mostrou-se à altura.

Vitória curta, por 0-1, mas muito importante. Há 45 anos que o Sport Lisboa e Benfica não vencia na Holanda, mas nesta noite, em terras de Tulipas, foram as “Papoilas Saltitantes” de Luís Piçarra que dominaram.

Na próxima segunda-feira todas as atenções tornam a centrar-se no Campeonato Nacional, com a recepção na Luz, pelas 20 horas, do Benfica ao Rio Ave, uma partida a contar para a 26.ª jornada da prova… mais uma final!

A Liga Europa regressa na próxima quinta-feira, dia 10 de Abril, com a realização da 2.ª mão dos quartos-de-final. Desta vez na Catedral, com apito inicial às 20h05, onde o apoio de todos os benfiquistas será determinante.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur; Maxi Pereira, Garay, Luisão e Siqueira; Ruben Amorim (André Almeida, 38’), Gaitán, André Gomes e Salvio; Cardozo (Lima, 64’) e Rodrigo (Markovic, 77’).

Texto: Sónia Antunes
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Sem comentários: