abril 21, 2014

SL Benfica – Olhanense, 2-0: Obrigado, querido Benfica!


Glorioso sagra-se Campeão Nacional

O Sport Lisboa e Benfica é Campeão Nacional! Neste Domingo de Páscoa, o Glorioso recebeu e venceu a formação de Olhanenses, por 2-0, com Lima a apontar os golos da partida. Com este resultado, e quando ainda faltam duas jornadas para o fecho do Nacional, o Sport Lisboa e Benfica conquista o 33.º título do seu palmarés… Obrigado, querido Benfica!

A romaria começou bem cedo rumo ao Estádio da Luz! Foram aos milhares os que se deslocaram à Catedral do Futebol Português imprimindo uma vibração e emoção ímpares a este Domingo de Páscoa.

65 mil nas bancadas, milhões de corações por esse Mundo fora em uníssono… o vermelho dominava em todos os quadrantes, dentro e fora das quatro linhas.

A precisar de vencer para se sagrar já hoje Campeão Nacional, o Sport Lisboa e Benfica entrou com tudo na partida. Nos primeiros dez minutos construíram-se quatro claras oportunidades de golo, no entanto, a ansiedade em fazer bem e depressa não permitiram os festejos do desejado golo.

Com os “encarnados” completamente balanceados no ataque, do outro lado a formação algarvia ia espreitando rápidos contra-ataques e, num bom par de ocasiões, o perigo rondou a baliza à guarda de Oblak colocando em franja os nervos da Luz.

Depois do ímpeto inicial, e dos avisos do outro lado da barricada, o Benfica estabilizou e partiu para cima do adversário, agora em ataque mais organizado, privilegiando as alas, e a táctica a impor-se ao coração.

A formação algarvia manteve a postura, uma teia montada de forma inteligente e que ia pouco a pouco conseguindo enervar as intenções benfiquistas. Ao intervalo, o nulo mantinha-se teimosamente.

Lima colocou a Catedral em delírio

Com o nulo a não servir as inspirações “encarnadas”, o Benfica entrou na segunda metade tal como na primeira, com tudo! André Almeida deu o mote logo no reatar; aos 53’, Lima tirou as medidas à baliza de Belec… para o que se seguiria!

Minuto 56’, grande jogada de entendimento colectivo, Gaitán remata forte, o guardião adversário defende para a frente, e eis que surge Lima a fazer o 1-0 e a colocar em delírio as bancadas da Catedral.

Ainda se festejava o tento inaugural na Luz e Lima repetiu a dose… Corrida desenfreada pela ala, frente a frente com Belec… e golo do Benfica! 2-0, explosão de emoção na Luz!

Se até então só dava Benfica, em vantagem e como tanto gosta, o Glorioso passou a dominar por completo, com o futebol espectáculo a tomar conta do espectacular relvado da Catedral.

Até final, tudo de pé na Catedral, emoções ao rubro, Benfica, Benfica, Benfica, com os corações benfiquistas por esse Mundo fora cheios, transbordantes de alegria!

Nota ainda para uma grande penalidade por assinalar sobre Rodrigo, aos 69’, que Carlos Xistra deixou passar em claro.

Na próxima quinta-feira o chip muda, com o Glorioso a regressar às contas da Liga Europa. A Catedral recebe a 1.ª mão das meias-finais da prova, com Benfica e Juventus a terem encontro marcado para as 20h05.

Domingo, dia 27, nova meia-final, desta feita para Taça da Liga, com o Benfica a deslocar-se ao Estádio do Dragão para defrontar o FC Porto; as contas do Campeonato Nacional só regressam no fim-de-semana seguinte, com a 29.ª jornada da prova a ter lugar no Estádio da Luz e a colocar frente-a-frente Benfica e Vitória de Setúbal.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Oblak; Maxi Pereira, Garay, Luisão e André Almeida; Enzo Perez, André Gomes, Salvio (Markovic, 45’) e Gaitán (Djuric, 75’); Rodrigo (Cardozo, 83’) e Lima.

Texto: Sónia Antunes
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica


Sem comentários: