setembro 28, 2014

Estoril – Benfica, 2-3


Estoril – Benfica, 2-3: “Águias” superiores em terra de canarinhos
6.ª ronda da Primeira Liga

O SL Benfica venceu, esta noite de sábado, o Estoril, por 2-3, no segundo jogo da 6.ª jornada do Campeonato Nacional. Talisca e Lima foram os marcadores de serviço.

A emoção começou cedo na Amoreira. Foi preciso esperar apenas três minutos pela primeira explosão de alegria dos milhares de adeptos benfiquistas espalhados pelas bancadas. Um momento protagonizado por Talisca, com uma jogada fenomenal. O médio de 20 anos abriu o marcador, depois de uma iniciativa individual irrepreensível. O brasileiro arrancou pouco depois do meio campo, deixando para trás vários adversários.

Aos 8’, Talisca voltou a somar mais um golo – o quinto na Liga Portuguesa – depois de um passe brilhante do argentino Nicolás Gaitán que serviu o médio brasileiro. Estava feito o 0-2.

Menos de 10 minutos depois (17’) assistiu-se a um autêntico “massacre” à baliza do Estoril, com várias oportunidades sucessivas, em que só o poste impediu a bola de entrar. Os avançados do Benfica estiveram em evidência e num autêntico vendaval ofensivo a “massacrar” os defensores do Estoril.

Depois de duas ameaças, à terceira foi de vez. Aos 38’, sem hipóteses de defesa para Artur Moraes, Diogo Amado reduziu a vantagem para os canarinhos. Aos 39’ mais uma oportunidade para o Benfica e mais uma bola ao poste – a segunda no espaço de 10 minutos. Desta vez foi Jardel.

Um jogo emocionante, um Benfica fortíssimo e um Estoril a aparecer apenas a 20 minutos do intervalo foi o balanço do primeiro tempo.

Na segunda parte (52’), na sequência de um lance entre Kuca e Sebá, surgiu o segundo golo do Estoril. O 2-2 aconteceu depois de Kuca ajeitar a bola com a mão no lance que originou o cruzamento para o golo do empate marcado por Kléber.

Aos 65’, os canarinhos ficaram reduzidos a dez elementos, com Matías Cabrera a ver o segundo cartão amarelo, após falta sobre o argentino Enzo Perez.

Em vantagem numérica, os “encarnados” aumentaram também a vantagem no placard. Um golo aos 70’ com mérito de Lima e Derley, que fintou o guarda-redes e cruzou para o número 11 finalizar.

Um último golo que permitiu à turma da Luz distanciar-se dos mais directos opositores. Com este resultado, o Benfica mantém a liderança da tabela classificativa, com 16 pontos.

Jorge Jesus fez alinhar o seguinte onze inicial: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Eliseu; Salvio, Samaris (Ola John, 69’), Enzo, Gaitán; Talisca (Derley, 62’) e Lima (André Almeida, 90+3').

Na próxima jornada (7.ª), o Benfica recebe, em casa, o Arouca, num encontro marcado para as 18 horas de domingo, 5 de Outubro. Antes disso, os Campeões Nacionais regressam à Liga Milionária, com uma ida à Alemanha para encontrar o Leverkusen na 2.ª jornada da Fase de Grupos da Liga dos Campeões. O apito inicial está agendado para as 19h45 desta quarta-feira, 1 de Outubro.

FG
Fotos: João Trindade / SL Benfica

Sem comentários: