fevereiro 16, 2010

Liga Sagres SLBenfica _ Belenenses

In ABola

Benfica vence Belenenses pela margem mínima (1-0)

«Clássico» de outros tempos acabou com vitória do Benfica pela margem mínima. Cardozo foi o autor do único golo da partida, logo aos 10 minutos, ditando a diferença entre o primeiro e o último da tabela classificativa.

Foi um Benfica em «serviços mínimos» aquele que bateu o Belenenses, numa final de tarde com muito público nas bancadas para assistir a autêntico «clássico» de outros tempo do futebol português.

Os «encarnados» marcaram cedo, na primeira vez que a bola foi à baliza à guarda de Bruno Vale, num cabeceamento de Cardozo após excelente iniciativa da direita por Ramires, passando depois a jogar mais na expectativa.
Dono da sempre delicada posição de «lanterna vermelha» do Campeonato, o Belenenses reagiu bem, tentou chegar-se à frente e dispôs mesmo de soberana oportunidade de marcar, quando Fajardo, aos 27 minutos, após ganhar ressalto dentro da área, ficou isolado perante Quim. O remate saiu ao lado... bem ao lado. Do lado do Benfica, Fábio Coentrão também esteve perto de marcar novamente durante a primeira parte, após arrancada pela esquerda, tabelando pelo meio com Saviola.

Os «encarnados» ainda voltaram a apertar no início da segunda parte, na qual Weldon surgiu na equipa, substituído César Peixoto. O brasileiro poderia mesmo ter marcado, mostrando-se, porém, muito perdulário. Os minutos passavam, a diferença mínima foi-se mantendo e o Belenenses voltou a ir para cima da baliza de Quim. Voltou a estar bem perto de marcar, mas só no decorrer dos descontos, num remate de muito longe protagonizado por Mano, numa altura em que muitos já tinham dado por encerrado o encontro. Até porque os azuis do Restelo já actuavam com 10 jogadores, devido à expulsão do guarda-redes Bruno Vale, que defendeu com a mão esquerda fora da grande área um remate de Cardozo.

Com arbitragem de Carlos Xistra (AF Castelo Branco)

Benfica – Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e César Peixoto (Weldon, 46 m); Ramires, Javi Garcia, Aimar (Carlos Martins, 62 m) e Fábio Coentrão; Saviola (Ruben Amorim, 70 m) e Cardozo.

Suplentes: Júlio César, Ruben Amorim, Miguel Vítor, Carlos Martins, Kardec, Weldon e Nuno Gomes.

Marcador: 1-0 por Cardozo (10 m). 

Sem comentários: