janeiro 13, 2015

SL Benfica – V. Guimarães, 3-0


SL Benfica – V. Guimarães, 3-0: Vitória de Mística para o Rei!
15.ª jornada da Liga portuguesa

Em dia de homenagem ao Rei, nada melhor que uma vitória “à Benfica”, uma vitória como aquelas que ele tantas vezes festejou e para as quais contribuiu! Num Estádio da Luz engalanado, vibrante, o SL Benfica recebeu e venceu esta tarde de sábado o Vitória de Guimarães, por 3-0, com golos de Jonas, Ola John e Gaitán. Vitória justíssima, de uma equipa plena de Mística!

Tarde de sol na capital de Portugal, com cerca de 50 mil Benfiquistas a vestirem a Catedral de vermelho rubro, vermelho paixão… num dia de emoções! Objectivos? Vencer, manter a liderança da I Liga e homenagear Eusébio da Silva Ferreira, falecido a 5 de Janeiro de 2014.

E foi um Benfica de personalidade, pleno de Mística, e ciente das suas responsabilidades, com várias mexidas no onze inicial (devido a lesões e castigo) aquele que subiu ao relvado da Luz na disputa da 16.ª jornada da I Liga.

Entrada dominadora, intensa e de raça… o mesmo que dizer uma entrada a pedir golo… e, quando assim é, o golo não tarda em aparecer.

13 segundos e a primeira oportunidade, com Jonas, isolado, a permitir a defesa a Assis. Seis minutos volvidos, primeiro Gaitán, depois André Almeida, a “cheirarem” o golo… e a festa chegaria aos 13’. Livre na direita, cobrado com conta, peso e medida por Gaitán, e Jonas, “à matador”, em voo picado cabeceia para o primeiro golo da tarde. Estava feito o 1-0.

Em vantagem, os “encarnados” carregavam com tudo e, não fossem os ferros da baliza vimaranense, ao intervalo o resultado seria bem mais dilatado: Gaitán, aos 20’; Talisca, aos 28’ e Jonas, aos 34’, viram os postes dizer não ao golo.

Aos 40’, destaque para uma grande defesa, a dois tempos, de Júlio César, a garantir o 1-0, escasso, com que se chegou ao descanso.

Resolver cedo… com qualidade!

Na segunda metade resposta do 3.º classificado da I Liga, mas sem consequências, com os “encarnados” a resolverem de pronto e a manterem o controlo das operações com serenidade.

Minuto 54’, Lima ganha a linha, cruza e Ola John, à segunda, remata de forma poderosa e sem qualquer hipótese de defesa para o 2-0.

Dilatada a vantagem, o ritmo de jogo diminuiu, mas a intensidade manteve-se, com o SL Benfica sempre mais perto de fazer o 3-0 do que sofrer qualquer golo… o que acabaria por acontecer.

Em cima do apito final, o 3-0. Salvio assiste Gaitán que, livre de marcação, coloca o marcador num 3-0 que, face ao produzido, acaba por ser natural.

Contas feitas, mais três pontos, liderança isolada assegurada, vitória justa de uma equipa plena de inteligência e Mística – como o Rei tanto gostava! – face a um Vitória de Guimarães que até tentou, mostrou qualidade, mas foi impotente face a este Benfica.

Já na próxima quarta-feira abre-se uma nova janela competitiva, com a Taça da Liga a surgir na agenda “encarnada”. O SL Benfica recebe a equipa do Arouca, numa partida relativa à 2.ª jornada da 3.ª Fase da prova, agendada para as 20h45, no Estádio da Luz.

No próximo fim-de-semana joga-se a 17.ª jornada do Campeonato Nacional, com o SL Benfica a viajar até à Pérola do Atlântico, onde vai defrontar a formação do Marítimo. Este desafio está agendado para as 18h00 de domingo, no Estádio dos Barreiros.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Júlio César; André Almeida, César, Jardel e Eliseu; Samaris, Gaitán, Ola John (83’, Salvio) e Talisca (88’, Sulejmani); Lima e Jonas (78’, Cristante).

SA
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Sem comentários: