fevereiro 28, 2014

Comemorações dos 110 anos do SLBenfica


Capitães das modalidades nas comemorações dos 110 anos no Museu Benfica-Cosme Damião

Apesar de se viver um ano de luto, devido ao recente desaparecimento de Eusébio e Coluna, o Sport Lisboa e Benfica decidiu abrir as portas do Museu Benfica-Cosme Damião a todos os sócios e adeptos para festejarem os 110 anos do Clube com atletas de todas as modalidades e várias Glórias.

Diogo Carreira, capitão do Basquetebol, foi uma das figuras presentes no evento. “É um momento de grande alegria para o Clube, são 110 anos de muita História e foi uma grande ideia reunir aqui atletas e adeptos. Afinal, são eles que fazem do Benfica um Clube tão grande”, destacou.

Visto ser uma data celebrada no Museu do Clube, Marco Fortes, atleta olímpico, disse ser “difícil salientar um título. Um Clube desta dimensão, com todos os feitos, não há um que tenha sido maior que os outros. A própria existência do Clube é o maior feito que os benfiquistas devem assinalar.”

Valter Neves, capitão do Hóquei em Patins, afirmou que o Museu “é o melhor local para festejar o Aniversário do Clube. Aqui está retratada a toda a História gloriosa, tudo aquilo que se passou de fantástico neste Clube nos seus 110 anos”.

Já Gonçalo Alves, capitão do Futsal, mostrou-se orgulhoso por já ter deixado a sua marca na História do Benfica. “Para mim é um orgulho ficar na História de um grande Clube como o Benfica. É um Clube com um grande passado, mas também com presente e um enorme futuro. Devemos olhar sempre para aquilo que ganhámos para nos focarmos naquilo que ainda queremos ganhar”, considerou.

Zelão foi o representante da equipa de Voleibol.


Markovic foi estrela em dia marcado por 423 visitantes no Museu

O Sport Lisboa e Benfica comemorou esta sexta-feira o seu 110.º Aniversário. Ensombrado pelo falecimento de duas glórias, Eusébio da Silva Ferreira e Mário Esteves Coluna, o Clube assinalou o momento de forma simbólica, com a presença de várias personalidades do Universo Benfica a marcarem presença no Museu Cosme Damião, neste dia com entrada gratuita para os sócios.

A representar o Futebol Profissional esteve Markovic. Disponível para dar autógrafos, e conviver com os benfiquistas, o talentoso sérvio foi muito solicitado e não teve mãos a medir.

O sueco, Stefan Schwarz, e o central brasileiro, Mozer, também se associaram ao momento, receberam elogios e não se escusaram a tirar várias fotografias com os sócios.

Presentes num local que respira História estiveram também, obviamente, alguns dos rostos mais emblemáticos do Clube, entre eles Veloso e Pietra.

Realçar que, neste dia histórico, os Sócios do Benfica associaram-se ao momento vivido e não quiseram deixar de inundar, tal “maré vermelha” o Museu Benfica-Cosme Damião.

No total, foram 423 os associados presentes em dia de 110.º Aniversário!




Sem comentários: