maio 01, 2014

Juventus – Benfica, 0-0: Até já Turim!


2.ª mão das “meias” da Liga Europa

A equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica garantiu a presença na final da Liga Europa após ter empatado a zero na Juventus Arena, onde houve muito coração e raça, pois os portugueses terminaram com nove atletas.

Os comandados por Jorge Jesus entraram personalizados, com mais posse de bola, mas a elevada pressão da Juventus acentuou-se com o decorrer dos minutos, com o Benfica a sentir dificuldades para sair em transições como tanto gosta.

“Empurrado” pelo público que lotou os 40 mil lugares da Juventus Arena, Pirlo efectuou o primeiro remate aos oito minutos para defesa de Oblak. Aliás, o esloveno voltou a mostrar total segurança aos 28’ a um remate de Liechsteiner.

O Benfica tentava bascular o seu ataque através dos flancos, mas a defensiva italiana dava poucos espaços para as “águias” manobrarem o seu futebol. O lance mais perigoso acabou por surgir aos 45’+1 quando Arturo Vidal cabeceou e Luisão tirou a bola em cima da linha de golo, mantendo o nulo no marcador até ao intervalo.

Tal como na primeira parte, também no reatamento, o Benfica entrou bem e com bola. Tal astúcia quase dava em golo aos 50 minutos, quando Rodrigo atirou por cima depois de um lançamento de linha lateral. A Juventus respondeu aos 61 minutos quando Pirlo num livre directo em posição frontal obrigou Oblak a nova intervenção com qualidade.

Se o trabalho do Benfica já não era fácil, mas complicado ficou com a expulsão de Enzo Perez aos 67 minutos por acumulação de cartões amarelos. As linhas italianas subiram no terreno e aos 70’, Tevez rematou para Oblak agarrar com segurança.

A postura do Benfica foi de inteligência, as linhas desceram e foi defender com todo o coração e a presença é mais do que merecida.

Na final da Liga Europa, em Turim, o Benfica vai enfrentar o Sevilha, a 14 de Maio.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze: Oblak; Maxi Pereira, Luisão, Garay, Siqueira; Ruben Amorim, Enzo Perez, Gaitán (Salvio, 76’), Markovic; Rodrigo (André Almeida, 68’) e Lima.

Texto: Marco Rebelo

Sem comentários: