maio 08, 2014

SL Benfica – Rio Ave, 2-0: Glorioso ergue a 5.ª Taça da Liga


Onde o Sport Lisboa e Benfica entra… entra sempre para ganhar! Esta noite foi a prova provada disso mesmo. Rodrigo e Luisão marcaram os golos com que o Glorioso venceu o Rio Ave, conquistando a 5.ª Taça da Liga do seu palmarés, em sete edições da prova. Mais uma que vem direitinha para o Museu Benfica Cosme Damião.

Jorge Jesus disse-o claramente na Conferência de Imprensa de antevisão a esta partida: “Numa Final não há favoritos… há que prová-lo dentro de campo” e o Benfica provou-o!

Ambiente espectacular no Magalhães Pessoa (há tanto tempo não recebia tanta gente!), bonita cerimónia de abertura, apito inicial de Hugo Miguel e duas equipas a entrarem de rompante em busca do golo.

O primeiro sinal veio do lado do teoricamente favorito, com Lima, aos 3’, a testar os reflexos de Ventura. Na resposta, espectacular defesa de Oblak. Diagonal de Pedro Santos, remate fortíssimo, intervenção segura do guardião benfiquista.

Depois do fulgor inicial, o Benfica tomou conta do jogo, não obstante a resposta sempre pronta e viperina dos pupilos de Nuno Espírito Santo.

Luisão, aos 10´, de cabeça; Rodrigo, aos 13’, num remate acrobático e depois aos 17’, na cobrança de um livre directo, tiveram preciosas oportunidades para inaugurar o marcador.

Mais posse de bola, maior domínio, face a um Rio Ave cada vez mais atrevido e muito perigoso, mas a redondinha teimava em não entrar.

Aos 39’, jogada espectacular do Benfica, com Ventura a negar o golo a Rodrigo… mas no minuto seguinte o hispano-brasileiro não deu hipótese e, na sequência de um canto, colocou o Glorioso em vantagem. Estava feito o 1-0 para delírio dos adeptos, resultado com que se atingiu o intervalo.

Gerir com inteligência… e marcar!

No reatar, ritmo mais lento, mais Benfica, um Benfica inteligente e pragmático, em clara gestão da vantagem – apesar de curta! – o que não significa que descurasse o ataque, pois foi sempre a equipa mais perigosa, mas com os olhos no que aí vem…

Lima, Gaitán, Enzo… tiveram nos pés oportunidades para dilatar o marcador, mas foi Luisão que, aos 67’, subiu mais alto e, de cabeça, na conversão de um livre, fez o 2-0, resultado que se manteve até ao apito final. Vitória justíssima!

No próximo sábado, o Sport Lisboa e Benfica vira as atenções para a última jornada do Campeonato Nacional, a 30.ª. Com tudo decidido, o Campeão viaja até ao Estádio do Dragão onde, pelas 18 horas, defronta o FC Porto.

Dia 14 de Maio, mais um dos momentos altos da época, com a segunda Final, a da Liga Europa, com todas as atenções focadas em Turim, onde o Glorioso defronta o Sevilha, naquela que será a 10.ª Final europeia da centenária História do Clube, a segunda consecutiva.

Dia 18, pelas 17h15, a derradeira Final, no Jamor, com o Benfica, mais uma vez frente ao Rio Ave, na luta pela conquista da 28.ª Taça de Portugal do seu palmarés.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Oblak; Maxi Pereira, Garay, Luisão e Siqueira; Rubem Amorim (André Almeida, 84’), Enzo Perez, Gaitán (Salvio, 68’) e Markovic; Lima (André Gomes, 90+1') e Rodrigo.

Texto: Sónia Antunes
Fotos: Gualter Fatia / SL Benfica


Sem comentários: