julho 12, 2011

O Voo da Águia_ Marta Rebelo



Noves fora...

O Benfica goleou no primeiro jogo da pré-temporada. Cardozo marcou 4 golos numa metade e diz que está para ficar no Benfica. Para lavar, durar, falhar golos e penáltis. Era só o que nos faltava: mais uma época sem avançado. Ou sem teimosia de Jesus?

Já sentia falta de encher os pulmões de ar para gritar “golo” do meu glorioso. Não interessa nada se os primeiros nove foram contra uma seleção de Friburgo. Claro que ontem João Alves cortou-nos as vazas e lá veio o empate com o Servette. Mas noves fora, como é que estamos de construção de equipa? Não sei que vos diga senão que se fala muito castelhano adocicado naquele balneário; e que sem Nuno Gomes, Moreira e (diz-se) Luisão, Jesus tem finalmente o que queria: o balneário só para ele. Aquele que alguns benfiquistas – em avançado estado de alucinação, digo eu – consideram um dos melhores treinadores do mundo, e que outros – uma ampla maioria – olham pelo menos com desconfiança, é dono e senhor do balneário. Já cá fora parece que perdeu terreno: António Carraça está sempre em campo, no Seixal; e as contratações são completamente assumidas por Rui Costa. Ora, nem esta corresponsabilização salvará Jesus de uma época que não nos corra a favor. Cheira a Artur Jorge, limpeza histórica que me fez deixar de pagar quotas.

Bem, mas vamos pensar positivo. Cortar os 8 estrangeiros nas competições da UEFA, noves fora ficam... muitos. Dos reforços que ansiei vieram Artur e Nolito. Mas preocupa-me a defesa central: não vá Luisão e concretize-se em campo Garay. E a defesa lateral esquerda: resta-nos quem senão Peixoto para o lugar do nosso miúdo das Caxinas?! Não me faltava mais nada. Preocupa-me que lá à frente Cardozo continue sem concorrência, sem os Rodrigos, um a préstimos na seleção espanhola de Sub-20 e Mora sem jogo nas pernas vai para 6 meses. Será que é desta que Jesus transforma Jara num ponta-de-lança?

E nisto, na Suíça, o árbitro apitou: Benfica 1. Servette outro tanto. Força Benfica. Somos 6 milhões sedentos de vitória.

   In  Record

4 comentários:

Manuel Oliveira disse...

Esta Marta às vezes é demasiado radical!
Oxalá não tenha razão.

Abraço.

Generazione Illuminati disse...

Para quem já escreveu "Salvio quem poder", continua na mesma linha que a caracterizou como "politica" e que agora quer transformar em humurista!

Cospirazione... asina!

xirico disse...

Dedica-te a outra coisa,pois nem para treinadora de bancada serves.

GuachosVermelhos disse...

que nojo de mulher!