janeiro 31, 2013

Taça de Portugal P. Ferreira – SLBenfica, 0-2



P. Ferreira – Benfica, 0-2: Noite de caça na Mata Real


A equipa de Futebol profissional venceu esta quarta-feira no recinto do Paços de Ferreira, por 0-2. No jogo relativo à primeira-mão das meias-finais da Taça de Portugal, o Benfica cumpriu, assim, parte do caminho para a final do Jamor. O segundo desafio está previsto apenas para o dia 17 de Abril.

Tem sido uma época de caça muito produtiva até agora para a equipa comandada por Jorge Jesus. Na Mata Real, o Sport Lisboa e Benfica apresentou-se novamente com o intuito de imobilizar mais uma presa, sabendo antemão que essa tarefa não seria nada fácil, uma vez que o Paços de Ferreira tem sido uma das surpresas da presente temporada.


E foi, precisamente, isso que aconteceu nos primeiros minutos, com o desafio a ser pautado pelo equilíbrio no meio-campo. Nessa zona do terreno, André Gomes e Aimar constituíram as novidades por parte do técnico Jorge Jesus. Em termos defensivos, Ezequiel Garay regressou à titularidade após um período de ausência devido a lesão, enquanto André Almeida ocupou o posto habitualmente de Maxi Pereira.


A construção ofensiva começou a ganhar mais força a partir dos 20 minutos, com o primeiro aviso a surgir após um excelente passe de André Gomes. O número 89 desmarcou Gaitán, no entanto, o argentino não conseguiu contornar o guarda-redes pacense, Cássio (24’).

O crescimento da equipa fez com que os “castores” não ameaçassem tanto a baliza de Artur Moraes e as oportunidades também surgiram de forma mais evidente no ataque benfiquista, com Lima (29’ e 36’) e Aimar (32’ e 43’) a estarem perto do golo.


A toada do segundo tempo não mudou muito relativamente aos instantes finais dos 45 minutos iniciais, com a Gaitán a rematar logo aos 47’. Com o nulo a persistir, Jorge Jesus procedeu à primeira substituição, ao fazer entrar Ola John para o lugar de Aimar. Foi, então, com o holandês em campo que o Benfica abriu o activo na Mata Real.


 

Lima abriu caminho
Salvio entrou na área pelo lado direito e cruzou para a conclusão implacável do inevitável Lima, que contabilizou mais um golo para a sua conta pessoal ao serviço do conjunto da Luz (58’).


Em desvantagem no marcador, o Paços de Ferreira ficou igualmente com menos um jogador em campo, após uma entrada absolutamente fora de tempo de Vítor Gomes sobre Gaitán (69’).

O treinador do Benfica apostou na entrada de Rodrigo e o avançado teve participação activa no segundo golo. O número 19 obrigou Cássio a defesa incompleta e Ola John aproveitou a situação para ampliar a vantagem benfiquista (74’).

A noite podia ter sido ainda mais produtiva, no entanto, Rodrigo (78') e Salvio (89') não conseguiram acertar nas redes do conjunto da casa.

Com esta vitória por 0-2, o Benfica ficou mais perto do Jamor, mas ainda falta o desafio da segunda-mão no Estádio da Luz.


O Sport Lisboa e Benfica alinhou com a seguinte equipa: Artur Moraes; André Almeida (Maxi Pereira, 85’), Luisão, Garay e Melgarejo; Matic, André Gomes, Aimar (Ola John, 57’), Salvio e Gaitán (Rodrigo, 70’); Lima.

Texto: Rui Manuel Mendes
Fotos: Gualter Fatia / SL Benfica

3 comentários:

César João disse...

Parabéns pelo blogue!, será que poderemos fazer troca de links.

Obrigado pela atenção.

Cumprimentos,

César João

RedCristal disse...

Obrigado, o seu link será colocado na Bancada VIP.

César João disse...

Obrigado pela atenção,

vosso link dicionado.

Cumprimentos.