outubro 27, 2010

Email Aberto _ Domingos Amaral


Tontarias

From: Domingos Amaral
To: Jorge Jesus 

Caro Jorge Jesus
No ano passado, chegaste à Luz a prometer que a equipa ia “jogar o dobro” e “ser campeã” e cumpriste o prometido. Cada frase tua era certeira, fosse a prever jogos, fosse a prever golos; e o teu discurso ambicioso comprovava-se com a realidade que a equipa produzia. O Benfica jogava muito e tu falavas bem. Porém, mal foste campeão, um estranho vírus começou a atacar-te as palavras. Primeiro, foi o já célebre “vou ter de ganhar a Liga dos Campeões, dê por onde der”, um deslize quixotesco, já com alguma perda de realidade associada. Depois, num encontro de treinadores na Suíça, disseste que eras um “catedrático” do futebol, um delírio do ego, pois só tens três títulos no currículo, o que é manifestamente pouco. A seguir, nova atoarda, dizendo que a época passada “Benfica e Barcelona foram as duas grandes equipas da Europa”. Apetece perguntar: importa-se de repetir? É que eu lembro-me de ter sido humilhado em Liverpool por 4-1, e quem ganhou a Liga Europa foi o Atlético, de Quique Flores, esse mesmo. 

Mas, ao que parece, o vírus instalou-se para ficar. Esta semana, mais duas argoladas, ao dizeres que “poucas equipas no Mundo jogam como nós” e “é normal o Benfica ganhar em França”. Depois do jogo penoso contra o Lyon, tornou-se evidente que mais valia teres ficado caladinho.
A sensação que dá é a de que na Luz toda a gente apanhou uma bebedeira coletiva, e ainda estão todos com os copos, ou a ressacar. Além dos disparates da direção (boicote aos jogos fora, etc.), agora temos também um treinador sem humildade, a quem o sucesso subiu à cabeça depressa de mais. Na Luz desapareceu a alegria, e apareceu a tontaria.

In Record

Sem comentários: