junho 24, 2011

Tiago Dores _ In Mística




Por um Portugal "à Benfica"

Tem sido lembrado nas páginas da Mística, amiúde e com propriedade, que o Benfica
é o melhor de Portugal. O que não tem sido suficientemente referido é que o Benfica não só é o melhor de Portugal como é melhor que Portugal. Retorquirão alguns que o afirmo de forma leviana; concedo, censuro-me, e corrijo: o Benfica é muito melhor que Portugal. E para o demonstrar basta analisar o que foram os últimos anos desta nação. E de Portugal também.

Na última década, Portugal cresceu sempre menos que o resto da Europa e hoje está a
viver a maior crise financeira de que há memória. Já o Benfica, no mesmo período de
tempo, ultrapassou a maior crise financeira de que há memória e entrou no clube dos
mais ricos da Europa. Cenário que se vislumbra impossível para Portugal. A única forma
de Portugal entrar no clube dos mais desenvolvidos é acontecer ao País aquele fenómeno
inexplicável que aconteceu ao Benfica nos anos 90 do século passado, e que permitiu a
um King, a um Simanic e a dois Luíses Gustavos entrarem no nosso clube. Mas a prova
irrefutável da superioridade do Benfica face a Portugal, neste aspeto, é a relação de ambos
com os mercados: Portugal está nas mãos dos mercados; o Benfica tem os mercados
a seus pés, nomeadamente o inglês - maravilhado com David Luiz e Ramires -, o
espanhol - rendido a Di María -, e todos, em geral, suspirando por Fábio Coentrão.

  
'A solução para Portugal é simples: é pôr os olhos no Benfica'  
 
O que nos leva ao ponto seguinte.

Face à crise em que Portugal está mergulhado, é unânime que o País tem de apostar em produzir bens para exportação. Algo que o Benfica já está a fazer, e de forma brilhante. Com a melhor matéria-prima portuguesa, brasileira ou argentina,o nosso clube produz jogadores de altíssima qualidade, que depois vende por essa Europa fora, encaixando chorudas mais-valias. Em termos de eficiência, o Benfica é a economia alemã do mundo

do futebol.

Agora, que Portugal não espere ainda mais ajuda financeira da nossa parte.
É que nos últimos dez anos só o contributo do Benfica para o Serviço Nacional de Saúde, por exemplo, foi enorme: a redução drástica da prevalência de problemas cardíacos nos
benfiquistas - na maioria da população portuguesa, portanto - representou uma poupança para o Estado de muitos milhões de euros. Já para não falar no apoio que o Benfica tem concedido às empresas privadas. Basta ver o que temos apoiado a Olivedesportos ao cedermos as transmissões televisivas dos nossos jogos com cerca de 75% de desconto.

Portanto, se Portugal pretende sair da situação calamitosa em que se encontra, a solução
é simples: é pôr os olhos no Benfica. Mas se o quiser fazer ao vivo é melhor despachar-
-se, porque vai ser complicado arranjar lugar. É que, ao contrário do que acontece
com Portugal, de onde sai cada vez mais gente à procura de melhores condições de
vida, no Estádio da Luz entra cada vez mais gente ansiosa por soberbos espectáculos de
futebol.

3 comentários:

Sakana disse...

AS JURAS...DOR DE CORNO E OUTRAS CORRUPTALHADAS

www.sakanagem69.blogspot.com

Chuva Ácida disse...

Boas.
Não querem trocar de links entre os nosso blogues?

O nosso é o:
AMO-TE BEИFICA!
http://amt-slb.blogspot.com/

Abraço

RedCristal disse...

Caro Chuva Ácida já coloquei o link do seu blog na Bancada VIP e passei tb a ser seu seguidor.