janeiro 25, 2012

Email Aberto _ Domingos Amaral



"Oscilar"

From: Domingos Amaral
To: Godinho Lopes

Caro Godinho Lopes
Domingos admitiu esta semana que a equipa andava a “oscilar”, mas permita-me que afirme que não é só a equipa que “oscila”. É o Sporting todo que “oscila”. “Oscila” o senhor, que é o presidente; “oscila” o clube enquanto instituição; “oscila” o treinador; e “oscilam” também os jogadores. Por exemplo, há uma “oscilação” drástica entre as primeiras fotos que foram colocadas no túnel de acesso aos balneários, e que foram criticadas por terem aspectos de violência, e o campo bucólico de girassóis que as tapou esta semana. Não é normal um clube “oscilar” entre os símbolos neo-nazis e cândidas borboletas. Também não é normal a equipa “oscilar” tanto entre a primeira e a segunda parte dos jogos. Nem será certamente habitual ver Domingos a “oscilar” tanto nas emoções em público, como aconteceu esta semana.

Perante este excesso geral de “oscilação” parece-me necessário que o senhor pegue nas rédeas e faça uma intervenção que pare com o desvario. Se há coisa que faz bem às instituições, essa coisa é a verdade. E o senhor devia falar a verdade aos apoiantes do Sporting. Não vale a pena continuar a alimentar as fantasias com títulos e tentar “cavalgar” a onda, quando a equipa “oscila” tanto. A verdade é que o Sporting, este ano, ainda não tem, nem nunca teve, equipa para lutar pelo título. A vontade, um pouco tonta e desesperada, de queimar etapas e tentar já este ano jogar de igual para igual com FC Porto e Benfica deu nisto: o risco de uma enorme depressão coletiva ainda em janeiro. E é isso que se deve evitar. Para construir a equipa que Domingos quer, é preciso mais tempo e melhores jogadores. Não é com Bojinovs, nem com “Izmailovs lesionados”, que se chega a campeão.

Só a verdade cura e liberta. Enquanto o Sporting viver em ilusão ou negação, vai continuar a “oscilar” entre a excitação apatetada e a neura inútil. E a ficar em terceiro. Ou quarto.

In Record

Sem comentários: