janeiro 21, 2012

Não é Distância, É Benfica!

 De fazer arrepiar quem vive o Benfica de longe

 Porque sou Benfica

Não sou do Benfica por ter visto o Eusébio, o Coluna, o Torres ou o José Águas a jogar. Não assisti à conquista das Taças dos Campeões e pouco me lembro das últimas finais europeias. Não sou do Benfica, por ser de Lisboa, porque não o sou. Nasci no Porto, na bela cidade do Porto, mas desde pequeno que só vivo uma cor… vermelho!

Muitos me perguntaram como é possível ser de um clube que mora a mais de 300kms de distância, muitos me tentaram mudar, mas todos falharam. Porquê?

Porque o Benfica me escolheu.

O Benfica viu que o meu Portugal é maior que a minha cidade, viu em mim um cidadão do mundo. Viu em mim a capacidade de voar nas asas da Vitória. Viu que não me contento em ser bom, tenho de ser o melhor. Viu que eu não suporto injustiças, tenho de ser solidário. Viu que eu não me fecho em barreiras culturais ou étnicas, tenho de ser livre. Viu que eu não justifico os meios para atingir os fins, tenho de ser justo. Viu que eu não posso ser pequeno, tenho de ter o maior coração do mundo.

E mais importante que tudo isso, mais importante do que o que o Benfica viu em mim, é o que o Benfica me faz ver.

Faz-me ver que a paixão não tem cor, raça, credo ou lugar. Fez-me ver que é preciso lutar para atingir os objectivos. Fez-me ver que muitos te vão querer mal e tentar deitar-te abaixo só porque tu és melhor que eles. Faz-me ter orgulho em conhecer a sua história e fazer parte dela. Faz-me sentir privilegiado por ter sido escolhido por um clube que tem apaixonados em todo o mundo.

Fez-me ver que ninguém escolhe o Benfica, é o Benfica quem te escolhe para seres um de nós. O Benfica é mais do que um clube, o Benfica é uma fé, que nos invade e nos enche de alegria só por dizer o seu nome.

Todos estes valores estão na génese do Benfica, que nasce da vontade e sobrevive pela solidariedade.

Se és benfiquista é porque o Benfica te deu esse privilégio, vive-o com toda a tua paixão. Ser benfiquista é sentir a responsabilidade preservar todos estes valores e passa-los às gerações seguintes. E se eles a aceitarem, também eles serão certamente escolhidos pelo Benfica.

Por isso, quando me perguntam porque é que eu sou do Benfica se nasci no Porto, eu respondo: O Benfica não mora em Lisboa, o Benfica mora dentro de mim.

Os nossos fundadores deram-nos o lema: E pluribus unum (De todos, um)

E nós gritamos: BENFICA.

Áudio:

Vídeo:



Créditos:
Pôs-produção Vídeo - Hugo Mota
Texto - Ricardo Caldas
Edição e produção áudio - Guilherme Cabral

1 comentário:

Jotas disse...

Fabuloso, um texto valoroso do mais puro benfiquismo.