fevereiro 01, 2012

Benfica roubou Yannick ao fcporto


Yannick Djaló teve tudo acertado com o FC Porto antes de assinar pelo Benfica. O CM sabe que o único motivo que impediu o ex-avançado do Sporting de vestir de azul-e-branco foi a hesitação dos dragões perante o imbróglio jurídico que envolvia o jogador e o Sporting.

Para contornar essa questão, o FC Porto propôs a Yannick Djaló um salário superior ao que vai auferir na Luz, cerca de 600 mil euros limpos, mas na condição de rodar um ano no Cluj, clube romeno treinado por Jorge Costa, antes de voltar ao Dragão. Tanto o jogador como o seu empresário, Paulo Barbosa, recusaram liminarmente essa possibilidade.

Uma vez recusada a estratégia montada pelos dragões, Paulo Barbosa entrou então em contacto com os encarnados e ouviu da boca de Luís Filipe Vieira que Yannick poderia interessar, mas só se fosse a custo zero. O líder dos encarnados expôs então a situação a Jorge Jesus, que deu de imediato o aval, realçando que o ex-leão era um bom jogador e que sob as suas ordens podia evoluir e mostrar muito mais do que fez em Alvalade.

Com Yannick claramente interessado em consumar a transferência para o grande rival dos leões, os serviços jurídicos do clube entraram em acção para analisar exaustivamente a situação contratual de Yannick com o Sporting. Contudo, a 11 de Outubro de 2011, o jogador e o Sporting celebraram a revogação do contrato desportivo existente entre ambos e que vigoraria até 30 de Junho de 2013, e uma vez na posse desse documento, que foi registado na FPF a 26 de Outubro, as águias decidiram avançar. As declarações públicas de dirigentes leoninos dizendo que Yannick não era jogador do clube deram ainda mais força às pretensões do eterno rival da 2ª Circular.

Yannick já tinha, pois, tudo acordado com o seu novo clube quando deu a conferência de imprensa conjunta com Joaquim Evangelista, que saiu em sua defesa historiando os factos que levaram a entidade que dirige a considerar Yannick "jogador no desemprego" e, por isso, livre para assinar por qualquer clube. Ao fim de seis anos em Alvalade, Yannick, 25 anos, vai tentar relançar a carreira na Luz, com uma cláusula de 25 milhões de euros.

"ESTOU NAS NUVENS"

"Jogar no Benfica é a concretização de um sonho. Passei seis meses muito duros, mas com esta transferência saio reforçado, porque esta casa é muito grande", afirmou Yannick Djaló na sua primeira entrevista como jogador do Benfica, concedida à Benfica TV.

O jogador confessou que desabafou muitas vezes com o mar, enquanto fazia corrida e exercícios físicos na praia, à espera de ver a sua vida resolvida. "Corria dez quilómetros e, às vezes, 13. Gritava, saltava e falava sozinho, mas agora estou nas nuvens, parece-me um sonho. Vai ser especial entrar neste relvado, estou na Catedral", exprimiu.

Visivelmente aliviado, o novo reforço das águias lamentou a situação por que teve de passar antes de dar novo rumo à sua carreira. "É muito duro e frustrante não podermos fazer aquilo que mais gostamos, e ao qual estamos habituados desde criança, devido a um problema burocrático", disse.

Yannick mostrou-se ainda satisfeito por saber que a sua contratação tinha sido avalizada pelo técnico Jorge Jesus. "Vou trabalhar muito para lhe dar razão", prometeu, mostrando-se muito agradado com a forma como foi recebido nos encarnados: "Só conhecia vagamente os meus novos companheiros, dos jogos em que nos defrontámos. Mas foram fantásticos."

Yannick lembrou, também, ser esta a segunda oportunidade de jogar no Benfica desde os tempos que deixou o Estação, pequeno clube da Covilhã. "Houve essa possibilidade porque eu era treinado pelo professor Cruz, olheiro do clube. Não deu, mas costuma-se dizer que o comboio passa duas vezes".

Por último, o jogador confessou ter recebido muitas felicitações: "Tenho muitos familiares do Benfica. Estão super felizes!"

RODRIGO DÁ AS BOAS-VINDAS

"Aqui no Seixal com meus companheiros. Hoje [ontem] temos um membro novo, bem--vindo Yannick Djaló. Às 17h00 treino aberto ao público no Seixal", escreveu no Twitter o brasileiro (naturalizado espanhol) Rodrigo. O avançado aproveitou ainda para deixar uma mensagem de agradecimento a Rúben Amorim, que foi emprestado ao Sp. Braga. "Acabei de saber que assinou pelo Braga. Obrigado Rúben. Boa Sorte", escreveu o jogador, de 20 anos.

In CM

1 comentário:

FireHead disse...

O Jorge Jesus ainda vai adaptá-lo com sucesso a lateral-direito...