dezembro 02, 2011

Crónica de João Malheiro


A virtude da retaguarda

Foi no magistério portista de Artur Jorge que o conceito ganhou solidez. Uma equipa constrói-se de trás para a frente e jamais ao contrário. Quanto vale um grande ponta-de-lança? Muito, muito mesmo. Quanto valem extremos desequilibrantes? Muito, muito mesmo. Quanto valem médios volantes? Muito, muito mesmo. Quanto vale uma eficaz estrutura defensiva e um grande guarda-redes? Muito, tantas vezes muito mais do que tudo o resto.

As retaguardas não ganham jogos? Às vezes até ganham, mas, sobretudo, impedem derrotas ou empates embaraçosos. A serenidade, a confiança, a competência de uma equipa descobre-se logo pelo compartimento mais recuado, descobre-se logo pelo responsável pela defesa das redes. Durante anos, o meu pai falou-me no João Azevedo, magnífico guardião do Sporting. Também do Frederico Barrigana, com quem ainda tive o privilégio de manter uma sólida e bonita amizade. Do Carlos Gomes, com quem também me relacionei, fala-me amiúde o Eusébio, reputando-o acima de todos os outros.

E que dizer do Bento ou do Damas, mais recentemente? E, depois, do Vítor Baía? E o que seria do Benfica e do Sporting, em circunstâncias competitivas melindrosas, sem Michel Preud’Homme e Peter Schmeichel, dois dos melhores intérpretes de sempre no talento de proteger as malhas? A traseira de um colectivo é, tantas vezes, a sua dianteira emocional.

Este fim-de-semana, jogou-se um estimulante clássico na Luz. O Benfica está bem? Muito, muito bem. É mesmo a única equipa europeia, às portas do Natal, sem uma derrota sequer. O Sporting está bem? Muito, muito bem. É mesmo o caso quase singular de uma equipa em construção já… construída. O Benfica ganhou o despique? E se em vez de Artur tivesse Roberto entre os postes?

1 comentário:

karlos disse...

BENFICA SEMPRE!

Somos liberdade, somos raça e ambição
Somos lealdade, somos força e coração
Somos um por todos e todos por um
Somos como mais nenhum

Somos vontade, somos crença e paixão
Somos amizade, somos tempo e tradição
Somos muito mais que aquilo que se diz
Somos a bandeira de um País

Benfica, Benfica, Benfica Sempre!
Benfica, Benfica, Benfica Sempre!
Benfica, Benfica Sempre!

Temos a esperança a força e o saber
Temos confiança, temos o poder
Temos a vontade e a pressa de chegar
Temos asas para voar

Temos um passado, um presente e um futuro
De branco e encarnado, a força de um muro
Somos a glória, somos a fé
Somos SLB!

Benfica, Benfica, Benfica Sempre!
Benfica, Benfica, Benfica Sempre!
Benfica, Benfica Sempre!