março 02, 2011

SLBenfica _Sporting meia-final Taça da Liga 10/11


Benfica vence (2-1) Sporting e segue para a final


O Benfica apurou-se para a final da Taça da Liga depois de vencer o Sporting por 2-1, na Luz. Os encarnados estiveram a perder após golo de Postiga, Cardozo igualou depois de falhar um penalty e Javi García apontou, nos descontos, o golo da vitória.

Grande derby na Luz, com os últimos disputados ao mais alto nível e com as duas equipas a tentarem evitar que a eliminatória se decidisse através da marcação das grandes penalidades. O Benfica acabou por garantir o triunfo nos descontos, somou a 18.ª vitória consecutiva e continua nas quatro frentes. O Sporting despede-se da Taça da Liga e resta-lhe lutar para segurar o terceiro lugar no campeonato. Estreia infeliz para José Couceiro no comando técnico da equipa de Alvalade.

Primeira parte emotiva mas com poucas ocasiões claras de golo. O Sporting adiantou-se no marcador numa altura em que estava por cima no jogo, anulando bem as iniciativas ofensivas do Benfica a partir do meio-campo. Hélder Postiga, de cabeça, colocou os leões em vantagem, respondendo da melhor forma a um livre de Matías Fernández. O avançado leonino ganhou aos defesas encarnados e antecipou-se a Roberto que saiu mal ao lance.

O Benfica podia ter chegado à igualdade mas Cardozo permitiu a defesa de Rui Patrício na transformação de uma grande penalidade assinalada por falta de Polga – entrou para o lugar de Carriço, lesionado, ainda na primeira parte - sobre Javi García. O avançado paraguaio redimiu-se no lance seguinte, ao cabecear para o empate na sequência de um canto marcado por Carlos Martins.

Com o golo, os encarnados cresceram mas acabaram por não voltar a incomodar Rui Patrício.

A segunda parte começou com duas boas oportunidades para ambas as partes: Cardozo e Postiga atiraram por cima. O paraguaio voltou a atirar ligeiramente por cima depois de interceptar uma bola de Rui Patrício, que calculou mal uma reposição de bola em campo.

Na resposta, André Santos testou os reflexos de Roberto e Yannick atirou à figura do guardião espanhol quando podia ter feito melhor. Depois de um cabeceamento perigoso de Torsiglieri, Cardozo atirou à barra e Fábio Coentrão também disparou para uma boa defesa de Rui Patrício.

Já perto do final, o Sporting voltou a desperdiçar mais uma oportunidade, desta feita por intermédio de Matías Fernández que atirou à figura de Roberto. Já em período de descontos, Javi García selou o triunfo do Benfica após assistência de Cardozo.

Amanhã, Nacional e Paços de Ferreira defrontam-se na Choupana para decidir quem vai defrontar o Benfica na final da prova.


In ABola  








Obrigado JJD

1 comentário:

Luis Garcia disse...

Era preciso esperar pelos 92? :)