maio 11, 2011

Crónica de João Malheiro



Que vermelho?

O FC Porto repete, o Benfica remete, o Braga promete. O FC Porto regressa a uma final europeia, após um trajecto absolutamente notável. O Benfica frustra expectativas, depois de um mês com atribulações múltiplas. O Sporting de Braga agita louvores no seguimento de três eliminatórias formidáveis.

O FC Porto é confirmação, o Benfica é desilusão, o Braga é sensação. O FC Porto tem protagonizado a melhor temporada do seu historial. O Benfica tem claudicado nos momentos decisivos. O Braga tem revelado sabedoria nos despachos capitais.

O FC Porto passeia, o Benfica arreia, o Braga devaneia. O FC Porto quase só sabe ganhar, o Benfica quase não sabe ganhar, o Braga ganha quando tem que ganhar. O FC Porto tem tido um ano conforme, o Benfica tem tido um ano disforme, o Braga tem tido um ano enorme.

O FC Porto encanta, o Benfica desencanta, o Braga canta. O FC Porto encanta na excelência das suas últimas exibições. O Benfica desencanta na oscilação das suas últimas prestações. O Braga canta na melopeia das suas últimas realizações.

O FC Porto já venceu e tem mais para vencer. O Benfica já perdeu e não tem mais para perder. O Braga pode vir a perder, só que já venceu. O ano, doméstico e europeu, com excepção da Taça da Liga, ganha de forma competente e justa pelo Benfica, termina colorido de azul e de vermelho… de Braga.

Sem comentários: