janeiro 12, 2011

Email Aberto _ Domingos Amaral



10-1

From: Domingos Amaral
To: André Villas-Boas

Caro André Villas-Boas
És um pouco novo para viver dos rendimentos, mas contudo foi isso que fizeste ao lembrar que, nos últimos três confrontos com o Benfica, o FC Porto leva uma vantagem de 10-1. Ora, o passado em futebol não passa de uma estatística, e viver dos rendimentos é um expediente pouco fiável, como o Benfica bem sabe. Ter sido campeão o ano passado não nos evitou nada este ano.

Portanto, o passado serve para atirar à cara dos adversários, como um insulto, mas enquanto estratégia comporta um risco, pois ao falarmos nele subtilmente revelamos o quanto tememos o futuro. Só os gabarolas, na ânsia do seu próprio deslumbramento, acham que a História se repete, e a tua frase soou a isso: gabarolice.

A verdade é mais profunda, e mais perturbadora para o teu FC Porto. Há jogadores influentes lesionados, como Falcão ou Alvaro Pereira; outros fora de forma, como Varela e os Rodríguez; e Hulk e Moutinho acusam já desgaste. Desde a vitória contra o Benfica, como alguns notáveis portistas esta semana avisaram nos jornais, a tua equipa “perdeu gás”, e tem almas “deslumbradas” consigo mesmas. E Sporting ou Paços de Ferreira já mostraram como se pode baralhar este dragão.

Para mais, dos 10-1 que falas, 3-1 foram inúteis, e 2-0 foram a conquista da que é, sempre, a taça mais fácil do ano, pois decide-se só num jogo. Para as 16 finais que te faltam, tal passado não te serve rigorosamente de nada. Picar o Benfica, além de ser o teu entretenimento semanal favorito, revela o teu pavor profundo, a vertigem que te assalta a psique. Quem tem medo do amanhã, enche a boca com o que se passou ontem.

In Record

Sem comentários: