setembro 27, 2011

Champions League Otelul Galati – SL Benfica, 0-1


Domínio claro na Roménia

O Sport Lisboa e Benfica venceu o Otelul Galati por 1-0, em jogo relativo à 2.ª jornada do Grupo C da Liga dos Campeões. No outro encontro do Grupo, o Basileia surpreendeu o Manchester United com um empate a três. Segue-se o desafio com os suíços em St. Jakob-Park.

O técnico Jorge Jesus voltou ao esquema de dois avançados para este jogo, sendo Óscar Cardozo o elemento mais adiantado da formação da Luz, com Saviola a jogar mais solto nas costas do paraguaio. Witsel e Javi García ocuparam a zona central do meio-campo, enquanto Bruno César e Gaitán ficaram responsáveis pelos flancos. Na defesa tudo igual, com Maxi, Luisão, Garay e Emerson. As redes foram defendidas por Artur Moraes.

Os primeiros dez minutos do encontro apresentaram duas equipas a estudarem-se mutuamente, embora pertencesse ao Benfica um maior ascendente ofensivo. O Otelul não escondia algumas dificuldades em sair a jogar com a bola controlada. O primeiro lance de perigo surgiu, naturalmente, a favor dos “encarnados”, na sequência de um canto batido por Bruno César. Luisão ganhou no ar aos defesas adversários e a bola sobrou para Witsel, que atirou com força para corte “in extremis” de um jogador romeno.

À passagem da meia hora, Maxi Pereira colocou o esférico na área através de um lançamento lateral, a defesa não afastou na perfeição e, na ressaca, Bruno César atirou com perigo ao lado. Os avisos iam-se sucedendo e aos 40 minutos surgiu o golo inaugural. Nico Gaitán voltou a fazer das suas e descobriu Bruno César a aparecer na zona central. Com o pé esquerdo abriu com classe pelo ar, oferecendo ao brasileiro a oportunidade de se isolar. O peito matou a bola e à saída do guardião Grahovac, o pé direito surpresa fez abanar as redes contrárias.

Ao intervalo a vantagem era justa e até pecava por escassa, tal foi o domínio benfiquista durante os primeiros 45 minutos. Para a etapa complementar antevia-se um possível avanço do Otelul no campo, abrindo mais espaços para o Clube da Luz explanar o seu ataque.

Os jogadores às ordens de Jorge Jesus entraram com tudo na segunda parte mas, curiosamente, foi o Otelul a rematar primeiro. Filip (60’) atirou com força à figura de Artur, com o brasileiro a responder à altura. Volvidos cinco minutos, Bruno César quase bisou, depois de Cardozo lhe dar a bola de calcanhar a cerca de 25 metros da baliza. O extremo avançou e rematou colocado para excelente intervenção de Grahovac.

Aos 72 minutos, Maxi Pereira apareceu solto na ala direita e apostou no remate potente que, apesar de ter saído por cima, gelou os adeptos romenos que marcaram presença no Arena National, em Bucareste. Passados oito minutos e na mesma posição, Maxi decidiu centrar o esférico para Cardozo, que cabeceou à figura de Grahovac.

Já perto do apito final, houve duas oportunidades para cada lado. Primeiro foi o Otelul que obrigou Artur a defesa apertada e de seguida Rodrigo (que rendeu Gaitán) rematou de longe com muito perigo.

No final do encontro, os três pontos eram justíssimos e muito importantes, uma vez que em Old Trafford houve surpresa com o empate a três bolas entre Basileia e Manchester United.

Segue-se a visita ao adversário helvético no dia 18 de Outubro, uma partida que em caso de vitória “encarnada” pode significar um passo de gigante em direcção aos oitavos-de-final.

O Sport Lisboa e Benfica apresentou o seguinte onze: Artur, Maxi Pereira, Luisão, Garay, Emerson, Javi García, Witsel, Bruno César (Ruben Amorim 81’), Gaitán (Rodrigo 76’), Saviola (Nolito 62’) e Cardozo.

Texto: Frederico da Costa Branco 

Sem comentários: