setembro 18, 2011

Liga Zon _Sagres 11/12 SL Benfica 4 - Académica 1


Mais uma vitória do futebol espectáculo


O Sport Lisboa e Benfica recebeu e venceu, este domingo a Académica, por 4-1, numa partida referente à 5.ª jornada da Liga portuguesa. Depois da boa exibição frente ao Manchester United para a Liga dos Campeões, a equipa orientada por Jorge Jesus voltou a explanar todo o seu bom futebol, marcando por intermédio de Bruno César, Nolito (duas vezes) e Aimar.

A recepção à Académica ficou marcada por algumas novidades no onze inicial, nomeadamente na zona do meio-campo. Matic apareceu no lugar habitualmente ocupado por Javi García, enquanto Ruben Amorim e Gaitán foram preteridos nas alas por Bruno César e Nolito. Na zona mais avançada, Saviola regressou à titularidade da formação benfiquista, ficando Pablo Aimar no banco de suplentes.

Depois de um jogo de grande intensidade frente ao Manchester United na última quarta-feira, o Benfica recebeu a Académica com o intuito de somar mais uma vitória e aproveitar, assim, o empate do rival FC Porto nesta ronda.

Mudaram os protagonistas, no entanto, o futebol do Benfica não sofreu qualquer decréscimo de qualidade, continuando a encantar aqueles que seguem a par e passo a caminhada dos pupilos orientados por Jorge Jesus. Foi, então, uma primeira parte de enorme qualidade futebolística, com excelentes recortes técnicos e golos de levantar o adepto mais friorento do seu lugar no Estádio.

Bruno César, um dos elementos em foco durante a primeira parte, começou por fazer um passe muito bem direccionado para Cardozo, contudo, o paraguaio não conseguiu dar o melhor seguimento ao esférico (10’). Aos 24 minutos, foi a vez de Emerson entrar pelo lado esquerdo do ataque e fazer um excelente cruzamento para o interior da área, onde apareceu Saviola a rematar para uma excelente intervenção do guarda-redes Peiser.

O mais que merecido golo do Benfica surgiu um minuto depois e após um excelente trabalho individual de Bruno César. Sem abrandar o ritmo da partida, a formação da Luz esteve perto do 2-0 num lance de Saviola (36’).

O Benfica não marcou e viu o adversário aproveitou uma jogada fortuita para chegar à igualdade. Danilo foi o autor do tento (39’). A resposta não se fez esperar e a justiça mínima no marcador – a vantagem podia ser muito mais ampla – chegou por intermédio de Nolito (41’).

O segundo tempo não foi muito diferente do primeiro, confirmando toda a superioridade benfiquista. Aimar, aos 82 minutos, acabou com as eventuais dúvidas sobre o vencedor do desafio, sendo que Nolito fechou as contas já em período de descontos.

Foi mais uma vitória justa do Benfica e que coloca a equipa no topo da tabela classificativa. 

O Benfica apresentou a seguinte equipa: Artur Moraes; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Emerson, Matic, Witsel, Bruno César (Aimar, 70’) e Nolito; Saviola (Gaitán, 70’) e Cardozo (Rodrigo, 84’).

Texto: Rui Manuel Mendes

Sem comentários: